Limpeza

Procedimentos de limpeza e desinfecção em reservatórios de água potável

      Descrição do processo:

    Esgotar quase que totalmente a água do reservatório, através de bombas submersíveis.
    Esfregar com escovões de nylon toda a superfície interna.
    Esgotar totalmente a água com os resíduos remanescentes.
    Enxagüar com água limpa e esgotar novamente toda a água.
    Aplicar solução de hipoclorito de sódio (10 ppm) em toda a superfície, por processo de
    pulverização.

      Descrição do processo Jateamento:

    Esgotar quase que totalmente a água do reservatório, através de bombas submersíveis.
    Executar o processo de jateamento em toda superfície dos reservatórios d'água.
    Esgotar totalmente a água com os resíduos remanescentes.
    Aplicar solução de hipoclorito de sódio (10 ppm) em toda a superfície, por processo de
    pulverização.

Observações:

1) No final do processo, o reservatório será rigorosamente inspecionado a fim de verificar possíveis trincas/fissuras ou falhas no revestimento que possam comprometer a boa qualidade da água, bem como as estruturas dos mesmos.

2) O cloro residual tem a função de eliminar as bactérias patogênicas, as quais são contaminantes da água transmitindo doenças como: cólera, tifo, etc... Desta forma, após a limpeza a água do reservatório fica dentro dos padrões de potabilidade recomendados pela Organização Mundial de Saúde.

3) Após o sétimo dia útil da data da limpeza, será feita uma coleta da água e enviada ao laboratório para uma análise bacteriológica.

ATENÇÃO: o decreto lei nº. 1893 de 20/11/91 estabelece a obrigatoriedade de limpeza e desinfecção dos reservatórios d'água potável a cada 06 meses.

O prazo de execução é de 1 dia útil.

É necessário cortar cortar o suprimento de água para a cisterna pelo menos 2 dias antes da execução do serviço.